ATL no Brasil: uma doença rara ou raramente diagnosticada?

Adult T-cell leukaemia/lymphoma in Brazil: a rare disease or rarely diagnosed?

Carolina Rosadas1 ; Marzia Puccioni-Sohler2,3; Augusto Penalva Oliveira 4 ; Jorge Casseb 5 ; 4 Maísa Sousa 6 ; Graham P Taylor 1

ATL é uma leucemia grave causada pela infecção pelo HTLV-1. Apesar do Brasil ter um grande número de indivíduos infectados pelo HTLV e muitos pacientes com HAM, casos de ATL não são frequentemente relatados. Isto, gera a idéia de que a ATL é rara no país. Neste estudo, o número de casos esperados de ATL no país foi estimado usando três métodos diferentes, a partir de dados da literatura.  O resultado foi comparado com o número de casos obtidos no Registro Hospitalar de Câncer do Brasil. Enquanto o número de casos estimados de ATL por ano no Brasil variou entre 256-1.333, apenas 369 casos foram registrados entre 1986-2016 (ou seja, uma média 12 casos/ano, sendo 8.4% em pacientes pediátricos e a maioria dos registros realizados em Estados aonde encontram-se os principais centros de pesquisa de HTLV).

Considerando a complexidade da manifestação clínica e do diagnóstico da ATL, a falta de conhecimento sobre HTLV no país dentre os profissionais de saúde e a dificuldade de acesso ao sistema de saúde pública (especialmente em áreas mais carentes), junto com as evidências deste estudo, é provável que o baixo número de casos seja devido a falta de diagnóstico. Mais estudos são necessários para que possamos entender o real cenário da ATL no Brasil. Além disso, medidas de saúde pública para redução da transmissão vertical do HTLV-1 deveriam ser implementadas no país.

 

Br J Haematol. 2019 Nov 19. doi: 10.1111/bjh.16318. [Epub ahead of print]

https://onlinelibrary.wiley.com/doi/epdf/10.1111/bjh.16318

Contato: crosadas@imperial.ac.uk

#gratidão Carol!!

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *