É O QUE TEMOS PARA HOJE…..

 Olá Pessoas!!

Faz um tempinho que não atualizo o site, desculpem-me, pois muitas coisas aconteceram ao mesmo tempo. A começar pela minha saúde que não dá sinais de recuperação. Bom, mas isso é assunto para o meu Blog pessoal. Vamos ao que interessa.

Como sempre acontece, recebemos mais um pedido de ajuda de uma gestante. É incrível como este tipo de situação ainda acontece!! A pergunta é, até quando?

O processo começou todo errado desde o início da gravidez dela, época em que nos procurou em busca de informações sobre o HTLV, e nos contou que era portadora e estava grávida. Pediu informações para vários médicos e nenhum deles soube explicar do que se tratava. Então ela nos achou pela internet.

Esta semana ela voltou a nos procurar, pois não estava conseguindo atendimento, já com 42 semanas de gestação, o bebê sentado e os médicos se recusavam a fazer cesariana. Queriam que ela tivesse o bebê de parto normal.

Bom, a própria situação já não era normal desde o início, a começar pela desinformação dos profissionais de saúde. Após muitas ligações telefônicas e e-mails trocados com as pessoas certas e uma carta “bomba” direcionada ao hospital, a gestante conseguiu ser atendida, e fez a tão esperada cesariana. Graças a Deus o bebê nasceu sadio e ambos estão bem. Então começamos outra batalha “ridícula”. Classifico de ridícula, pois todos os Gestores Municipais e Estaduais estão cientes da rotina para prevenção da transmissão vertical de qualquer DST. Mas, como eu mesma disse a nossa Gerente Estadual, na prática a situação é bem diferente.

Entrei em contato com a Gestora de Vigilância Sanitária do Município onde aconteceu o fato, e pedi que ela articulasse junto ao Hospital para que a portadora tomasse a medicação para inibir a lactação. Para minha surpresa, a Gestora pensou que para portadora de HTLV a medicação fosse outra e já tratou de me dizer que o Município não tinha. Lá fui eu, como um CD emperrado, explicar nos mínimos detalhes que “arroz é arroz e feijão é feijão”, mas que ambos precisam do mesmo componente para serem cozidos, ÁGUA.  Me fiz entender?

Pois é minha gente, minha missão não é fácil e preciso exercitar todos os dias, o mantra da paciência budista.

Enfim, a mãezinha tomou a medicação no hospital que, detalhe, a Obstetra já havia prescrito para ela comprar após a alta hospitalar ………… sem palavras.

Agora estamos fazendo uma campanha nas redes sociais para arrecadar a fórmula infantil para alimentar o bebê (APTAMIL), isso até que ela consiga começar a receber diretamente na unidade de saúde básica mais próxima da residência dela.

Tudo isso que aconteceu, não passou em branco. Tudo foi registrado e acompanhado, em cópia dos e-mails, pelo Departamento Nacional de DST/AIDS e Hepatites Virais. Recebi um e-mail do Diretor do Departamento, parabenizando a Vitamóre por mais essa vitória e, o mais importante, nos esclarecendo que O Estado e a Municipalidade do Rio de Janeiro podem usar os recursos transferidos da União como piso variável de Vigilância para o aleitamento artificial de qualquer pessoa que tenha AIDS, Hepatites ou DSTs (incluindo HTLV) conforme nossa instrução.”

Incrível, não???  Porque sempre que acontece algo parecido, pois não foi o primeiro caso, temos que travar uma “guerra de titãs” para conseguirmos alguma coisa?? Parece que o Estado e/ou Município está fazendo um grande favor para a Vitamóre!!

Não temos culpa se os Gestores da saúde pública, seja lá do Estado ou Município, não estão fazendo o “dever de casa”!!!  Enquanto sociedade civil vamos cobrar, debater, articular até que o sistema comece a funcionar. Já passou da hora desse pessoal sair da “zona de conforto”.

Sei que sou popular não pelas minhas boas ações, mas pelas minhas críticas e cobranças exacerbadas. Estou sempre “sacudindo os tapetes” e isso incomoda muita gente. Enquanto representante de um grupo de pessoas que sofre discriminação, descaso, negligência e a mínima importância possível, eu tenho a obrigação de denunciar, lutar, e continuar cobrando, cobrando, cobrando e cobrando mais ainda até que as ações aconteçam.

CHEGA DE DESCASO AO PORTADOR DO VÍRUS HTLV!!!!

Sandra Do Valle

This entry was posted in Direitos. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *