Fornecimento de medicamentos especiais – IPEC / FIOCRUZ

A reunião realizada no dia 24/11 no IPEC/FIOCRUZ-RJ, foi para informar aos usuários do Instituto o corte no fornecimento de  medicamentos especiais na farmácia do IPEC, por determinação do MINISTÉRIO DA SAÚDE. 

A informação que foi divulgada por aí, o que considero um ato de terrorismo, era que a Farmácia do IPEC não forneceria mais nenhum tipo de medicamento, que todos os usuários teriam que buscar seus remédios na Secretaria de Saúde do Estado. Boato esse que causou muito estresse entre todos e deixou a população mais carente, que ainda não possui o RioCard especial, em verdadeiro estado de pânico.

A reunião foi bastante esclarecedora e deixou bem claro que, tal procedimento terá um período de experiência e será ajustado de acordo com as necessidades que forem surgindo durante o processo. 

Que fique bem claro, por várias vezes fomos informados que a decisão não foi do IPEC e sim do Ministério da Saúde, para que os medicamentos especiais, por serem de alto custo e utilizados para doenças crônicas e/ou raras, tenham um maior controle uma vez que o desvio dos mesmos é público e notório. Esses medicamentos deverão ser adquiridos junto a Secretaria de Saúde do Estado.

Pontos importantes da reunião:

– O Serviço Social distribuirá um folder contendo informações sobre os locais, por região, onde o usuário deverá pegar seu remédio; endereço para cadastramento e documentação necessária para o mesmo.

– Na consulta, o médico deverá informar ao paciente qual medicamento não será dispensado na farmácia do IPEC e, se for medicamento controlado (tarja preta), o usuário deverá pedir a “receita azul”. Essa informação ele também terá na farmácia, mas para evitar qualquer tipo de transtorno, melhor perguntar ao próprio médico.

– Importante saber que a receita terá validade de 60 dias, o usuário será sinalizado sobre o prazo de sua receita. A farmácia do IPEC fará 3(três) dispensações da receita, enquanto durar o estoque atual, para que o usuário tenha tempo suficiente para fazer seu cadastro na Secretaria de Saúde do Estado.

Outra questão que foi muito debatida foi a emissão de laudos médicos.  O usuário tem, em média, consultas com intervalos de 3 (três) meses e o laudo só poderá ser emitido pelo médico que o atende. O Serviço Social está elaborando uma forma de “canal de comunicação” com o usuário por e-mail específico ou outra forma de comunicação, para quem não tem acesso a internet, para que o usuário possa solicitar seu laudo médico dentro do tempo determinado pelo INSS/Perícia Médica ou outros casos. 

Os casos em que pacientes muito comprometidos pelo HTLV, que precisem de medicamentos especiais, o Serviço Social vai verificar a possibilidade de o mesmo ser representado, por outra pessoa que não seja apenas um membro da família, diante da Secretaria de Saúde para dar entrada na documentação e aquisição dos medicamentos. A questão foi levantada, pois sabe-se que a rotina para aquisição de remédios, não é tão fácil e que a Secretaria de Saúde exige a presença do paciente para a entrega dos medicamentos.

Abaixo, a relação dos “Medicamentos Especiais” que sairão da grade do IPEC/FIOCRUZ

– Atorvastatina

– Azatioprina

– Beclometasona

– Bezafibrato

– Danazol

– Eritropoietina

– Filgastrim

– Fludrocortizona

– Gabapentina

– Imunoglobulina (Alfaepoetina)

– Risperidona 

  • Como adquirir esses medicamentos? 

O médico prescritor fornecerá ao paciente todos os documentos necessários para o mesmo se cadastrar na Secretaria de Saúde do Estado em que reside.  O paciente ou responsável irá se dirigir a farmácia de medicamentos especializados – RIOFARMES – Rua Júlio do Carmo, s/n Cidade Nova –  com os documentos necessários e fará o cadastramento do paciente.– O pedido passará por uma avaliação.  Dispensação para 3(três) meses.
 

  • Documentos Pessoais:

  Original e Cópia do Cartão Nacional de Saúde – CNS  Original e Cópia de documento de identidade
  Original e Cópia do CPF
  Original e cópia do comprovante de residência 

  • Documentação Médica: 

  LME – Laudo de Solicitação de Medicamento
  Receita Médica em 2 vias.
  Laudo Médico.–  Exames laboratoriais e de imagem, caso necessite

  • Na farmácia do IPEC: 

O paciente, de posse dos documentos fornecidos pelo médico, passará pela farmácia e levará medicamento para 60 dias de tratamento.Esta quantidade é suficiente para o paciente aguardar a liberação do estado. 

RECOMENDAÇÃO AO USUÁRIO     Em posse dos documentos, o paciente deve dirigir-se, imediatamente, a RIOFARMES. 

  Os documentos fornecidos pelo médico têm validade.

 Quanto mais cedo o paciente der entrada na RIOFARMES, mas rápido o medicamento será liberado e o paciente não correrá o risco de ficar sem o mesmo.

  A farmácia fornecerá esses medicamentos somente para 60 dias. Se o paciente se atrasar para dar entrada ou perder os documentos, ficará sem medicamentos.

Em caso de dúvidas, por favor, procure o Serviço Social do IPEC/FIOCRUZ. Lembre-se, você é responsável pela sua saúde, não deixe faltar seu remédio.

Colaboração:  Serviço de Farmácia do IPEC/FIOCRUZ – Camila Rocha da Cunha / Serviço Social do IPEC/FIOCRUZ – Katia Rocha

This entry was posted in Direitos, Governamental. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *