HAM / TSP – Artigo publicado

O texto original está em inglês, abaixo a tradução. Parabéns Maria Rita, você deu um Show!!! Artigo publicado na Revista Brasileira de doenças Infecciosas.


ISSN 1413-8670


Autores: Maria Rita Polo Gascón1; Claudio Garcia Capitão2; Jorge Casseb3; Maria Cezira Fantini Nogueira-Martins4; Jerusa Smid5; Augusto César Penalva de Oliveira6
Descritores: ansiedade, depressão, qualidade de vida; vírus T-linfotrópico humano 1.
Resumo: A HAM / TSP causada por infecção pelo HTLV-1 normalmente afeta pacientes a estados incapacitantes, e às vezes pode levá-los a apresentar sintomas paraplegia de depressão e ansiedade, impactando na qualidade de vida. Objetivo: O objetivo deste estudo foi avaliar a freqüência de depressão e ansiedade e seu impacto na qualidade de vida em portadores do HTLV-1-infected TSP / HAM pacientes.
Material e Métodos: Este foi um estudo transversal, incluindo 67 (grupo controle) assintomáticos e 63 com TSP / HAM assuntos. Os instrumentos utilizados foram um questionário demográfico, as escalas de ansiedade e diagnóstico de depressão (BDI e BAI), questionário de avaliação de Qualidade de Vida da Organização Mundial da Saúde (WHOQOL-Brief) e escala neurológica para medir o nível de deficiência (Status Osame de Deficiência escala).Todos os pacientes tiveram diagnóstico de HTLV-I por abordagens sorológico e molecular, monitorado pelo Instituto de Infectologia Emílio Ribas de maio de 2008 a julho de 2009. Os dados foram analisados ​​estatisticamente por meio de freqüências, o teste de Mann-Whitney eo teste de correlação de Spearman. Dados entre os grupos foram analisados ​​e correlacionados com os aspectos funcionais e gravidade.
Resultados: Os resultados mostraram que os pacientes com HAM / TSP em comparação com os portadores assintomáticos tinham taxas mais altas de depressão (p Os principais fatores que se correlacionaram com os níveis de depressão e ansiedade e os domínios do WHOQOL-breve foram: aula de educação, renda familiar e social.
Conclusão: Uma avaliação bem conduzida e aconselhamento pode ajudar no tratamento, para uma melhor qualidade de vida desses pacientes.

Abçs solidários,
Sandra do Valle
Presidente.

 

This entry was posted in Cientifico. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *