MOBILIZAÇÃO E COBRANÇA

Olá pessoas!!

É incrível a quantidade de pessoas que me procuram por telefone ou e-mail, contando que são portadores do HTLV ou que possuem algum familiar portador. Todos manifestam a indignação pela falta de informação, divulgação e orientação. Mais infame ainda, é o fato de apenas uma minoria de profissionais da saúde saberem algo sobre o vírus e as doenças que podem ser causadas por ele.

Muitos portadores se revoltam pela perda de tempo por conta de diagnóstico errado, agravando mais e mais a saúde do portador.

Abro aqui um parêntese para parabenizar o DR. ERICO LUSTOSA FERREIRA – Oncologista, Ginecologista e Obstetra – que incluiu em  sua solicitação de exames de rotina, o teste para o HTLV. Tal atitude, infelizmente isolada, evita a transmissão vertical suspendendo o aleitamento materno e cuidados especiais durante o parto, como também diagnosticar um portador evitando assim que ele contamine outras pessoas e cuide melhor da saúde para evitar que possa vir a ter complicações associadas ao HTLV. PARABÉNS DR. ERICO, PELA SUA CONSCIÊNCIA PREVENTIVA.

Não quero ser repetitiva nessa questão, mas é que as pessoas me procuram querendo saber por que nada tem sido feito, por que não há divulgação, por que não tem unidade de saúde pública para fazer o teste!?!

Pessoas, eu Sandra do Valle, estou nessa militância desde 2005. Tenho participado de eventos onde eu tenha espaço para divulgar o HTLV, dou palestras sobre a temática, cobro a quem de direito a responsabilidade pela prevenção, divulgação e orientação.

A Vitamóre surgiu, oficialmente, em 2011, pois para determinadas ações, é preciso ter uma entidade constituída.

Eu sempre escuto as mesmas coisas de todos: “ Vocês precisam fazer barulho”; “Vocês precisam falar com o Ministro da Saúde”; “Vocês precisam ir à Brasília falar com a Dilma”;”Vocês isso…..vocês aquilo”; é sempre VOCÊS e nunca NÓS. É preciso que todos saibam que já conseguimos muita coisa!! Que nossa mobilização é árdua, cansativa e persistente. A Vitamóre não é bem vista em qualquer lugar, porque incomoda. O HTLV é o “lixo” que a saúde pública esconde sob o tapete. Se os portadores fossem mais unidos, creio que já teríamos resultados mais concretos, infelizmente os próprios interessados não se colocam a disposição para ajudar.

Na realidade, apenas 3 (três) pessoas trabalham para a Vitamóre, e tudo na base do amor e sem direito a beijo na boca. É pura “ralação” sem verba, sem final de semana, com ou sem saúde. Trabalhamos muito para que todos sejam beneficiados. Muita coisa não depende de nós, somos meros coadjuvantes nesta peça teatral. Temos que marcar nossa presença todo tempo, para que um dia sejamos protagonistas.

Não será de “cara pintada” ou fazendo “panelaço” na rampa do Planalto, que iremos conseguir alguma coisa, até porque não vamos conseguir reunir portadores suficientes para formar um público considerável.

Eu sugiro a todos os portadores e/ou parentes de portadores do Vírus HTLV, que façamos uma passeata em Copacabana, no dia 07 de setembro, para chamar a atenção das autoridades da saúde pública e para os futuros prefeitos e vereadores do Estado. Será também uma forma de ampla divulgação do Seminário que acontecerá de 19 a 22 de setembro.

Agora vem a grande questão, será que podemos contar com vocês? Será que teremos um número bem significativo de cadeirantes na passeata?

Bom, está lançado o desafio!! Aguardamos contato de vocês através do e-mail contato@vitamore.com.br  Como assunto, coloque PASSEATA.

Abçs solidários

Sandra do Valle

This entry was posted in Informativo. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *